Buscar

Estimulando a padronização por meio do diagnóstico dos pontos de venda



Quem fez?

A Redefort é uma rede associativa de mercados do estado do Rio Grande do Sul, formada no ano de 2001 com o objetivo de unir e fortalecer as empresas do ramo de supermercados. A rede busca parcerias com fornecedores, obtendo qualidade, tecnologia e competitividade, que contribuem para a satisfação dos associados e clientes. Com 20 anos de história completados em 2021, a rede é composta por 182 associados localizados em 106 cidades gaúchas. Ademais, a Redefort fornece aos seus membros serviços como compras conjuntas pelo site da rede, consultoria jurídica, cursos e treinamentos para funcionários e gestores, serviços de marketing compartilhado e cartão de crédito próprio da rede.


Qual era o desafio?

Nem todas as lojas apresentavam uma identidade visual padronizada. Algumas apresentam problemas de fachada e falta de higiene, visualização de produtos nas prateleiras e organização interna em desacordo aos padrões exigidos pela rede. Além disso, os donos das lojas costumam trabalhar diariamente no ponto de venda desempenhando tarefas operacionais, e não costumam se planejar para se ausentar do local de trabalho para descansar em períodos de férias.


O que a rede fez?

Desde 2007 a Redefort possui um sistema de incentivos aos associados que resulta em inúmeros benefícios para a rede. A campanha Maxfort 10 consiste em pontuar os lojistas que possuem maior organização do ponto de venda. Um funcionário da rede realiza duas visitas anuais a todos os pontos de venda. Não existe uma comunicação da data que a visita será realizada. Durante a visita surpresa, o supervisor aplica um check list padrão, analisando itens como a qualidade da fachada da loja (identidade visual, limpeza, cores), iluminação do ponto de venda, qualidade da exposição de produtos de marca própria e empresas parceiras que estão sendo divulgadas no ponto de venda. Outros critérios que não são coletados in loco também pesam na pontuação, como, por exemplo, a participação do lojista na compra de produtos dos encartes da rede, o percentual de inadimplência ou atrasos de pagamento do lojista na relação com a rede, entre outros. Alguns itens possuem maior peso na pontuação do que outros, dependendo dos critérios adotados pela rede. Os lojistas que alcançarem as maiores pontuações são presenteados na Assembleia Anual da rede. Os três primeiros associados que auferirem a maior pontuação no diagnóstico recebem um troféu ouro, prata ou bronze, conforme sua colocação. Os lojistas posicionados no ranking até a 15ª posição têm direito de realizar uma viagem com tudo pago para um destino previamente selecionado pela rede, sendo que os lojistas que ocuparem o ranking até a 10ª posição têm direito de levar acompanhante na viagem.


Quais foram os resultados?

A premiação gera uma série de efeitos positivos para a rede. Em primeiro lugar, proporcionou um crescimento significativo no índice de padronização das lojas, desde o início do projeto em 2007. Como consequência, a melhoria da identidade visual das lojas impacta positivamente na legitimidade da rede. Além disso, a rede conseguiu criar um mecanismo de estimular a utilização Redefort – Estimulando a padronização por meio do diagnóstico dos pontos de venda Redefort Estimulando a padronização por meio do diagnóstico dos pontos de venda 14 de novos serviços pelos associados. À medida que a utilização desses serviços é incluída nos critérios de avaliação do diagnóstico, os empresários se sentem estimulados a experimentá-los para pontuar. Com isso a rede consegue aumentar a taxa de utilização de novos serviços e os associados se sentem recompensados pela rede com benefícios. A premiação também promove um maior engajamento e troca de conhecimentos entre os associados, já que os premiados viajam juntos para o mesmo destino. Indiretamente, a ação também contribui para que os lojistas consigam aproveitar as férias, já que muitos não possuem o hábito de se ausentar do ponto de vendas para descansar.


Quais são as recomendações para outras redes?

A criação de um diagnóstico do ponto de venda é fundamental para que redes associativas consigam aumentar o nível de padronização entre seus participantes e, por consequência, serem melhor vistas no mercado. O desenvolvimento de um instrumento próprio que diagnostica cada ponto de vendas e oferece recomendações é importante para esse processo. Para a operacionalização dessa prática, cada rede deveria contratar uma pessoa dedicada a aplicar o diagnóstico junto aos pontos de venda, garantindo uma análise diligente e imparcial.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo