top of page
Buscar

Como formar uma rede de redes para realizar negócios conjuntos e fortalecer as redes participantes?

Atualizado: 19 de jun. de 2023

Conheça a cooperação entre Redes Brasileiras de Móveis: Redlar, Casabem, Toklar, Quero Bahia e Todo Lar.



Quem fez?

O segmento de varejo de móveis é caracterizado por uma intensa competição, com a participação de grandes empresas e estratégias agressivas de consolidação nos últimos anos. Como consequência, também é um dos segmentos com maior número de redes e centrais de negócios no Brasil. Apesar dos bons resultados proporcionados pela cooperação, muitas dessas redes atuam regionalmente e com número reduzido de participantes, limitando a geração de ganhos de escala e o poder de negociação com fornecedores de produtos e serviços.



Qual era o desafio?

O grande desafio era criar uma rede de redes com abrangência nacional e, ao mesmo tempo, superar a competição entre redes que atuam nas mesmas regiões geográficas, formando uma cooperação em segundo nível para aumentar a competitividade dos envolvidos e gerar melhores negócios. Em alguns casos, empresas de redes concorrentes reduziram suas margens de lucro em função de guerras de preço que prejudicavam os negócios de todos.


O que foi feito?

No Encontro Nacional de Redes e Centrais de Negócios de 2015, organizado pelo Sebrae em Campina Grande (PB), a rede Quero Bahia promoveu a reunião de redes do segmento de móveis para articular um possível acordo de cooperação nacional. Nessa mesma época, as redes gaúchas Redlar, Casabem e Toklar uniram esforços no sul do Brasil com o objetivo de diminuir o conflito entre as redes, gerar confiança e ganhar competitividade. As duas primeiras redes atuam na mesma região e possuem associados que competem porta a porta. Por meio de negociações intermediadas pelo Sebrae e com a participação de representantes de cada rede, foi criada a Rede Sul Móveis. Em paralelo, essas redes se juntaram à Toda Casa e à Quero Bahia, lideradas por esta última, para concretizar uma federação nacional, denominada Rede Brasil.


Qual foi o resultado?

A formação da Rede Sul Móveis representou a parceria entre três redes que possuem 111 associados e tiveram um faturamento de R$196 milhões em 2017. Para o futuro, a Rede Sul Móveis planeja oferecer produtos com marca própria e realizar eventos de integração e capacitação dos associados. Mais do que isso, a formação da Rede Brasil, composta por cinco redes, engloba 148 associados, com um total de 258 lojas e R$320 milhões de faturamento em 2017. Por meio da parceria, as redes conseguiram reduzir em 42% a taxa de administração do cartão de crédito e em 50% os custos com a plataforma de cursos a distância para os colaboradores das lojas. Na rede nacional ocorrem negociações com oito fornecedores, beneficiando diretamente todos os associados das cinco redes participantes.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page